Curso de desporto: Qual a relevância da Fisiologia do Exercício?

O curso de desporto do Instituto Borges de Sousa (IBS) inclui a Fisiologia do Exercício Físico. Trata-se de um reconhecimento da importância desta unidade curricular que se centra nas transformações orgânicas, anatómicas e funcionais que ocorrem durante a prática de uma atividade desportiva. É por estes motivos que a Fisiologia do Exercício é até uma das disciplinas mais tradicionais na área do desporto.

Sabia que a nossa formação conta com outras unidades curriculares relevantes, nomeadamente a Psicologia do Exercício Físico? Temos ainda mais vantagens, como por exemplo o corpo docente composto por profissionais com uma ampla experiência na área do desporto. Inscreva-se aqui

curso de desporto

Que transformações fisiológicas são analisadas num curso de desporto?

Nas aulas de Fisiologia do Exercício Físico é possível aprofundar as adaptações metabólicas resultantes do desporto. É o caso do aumento da capacidade do sistema oxidativo das células dos músculos, em especial daquelas que têm uma contração mais lenta. Nesta categoria de adaptações inserem-se ainda a eliminação do excesso de reserva adiposa e o aumento da sensibilidade à insulina. As transformações cardiorrespiratórias e articulares são igualmente analisadas, entre outros exemplos.

Todas estas mudanças devem-se às respostas do nosso organismo ao exercício físico. As reações podem ser agudas (com sinais, como por exemplo taquicardia e tensão arterial elevada) ou crónicas (comuns nos atletas que têm hábitos de treino).

Estas são apenas algumas das alterações estudadas pela Fisiologia do Exercício Físico. Ficou curioso e quer conhecer mais? Ingresse na formação em desporto do IBS. Para mais informações sobre o nosso curso, ligue-nos para os números 218 238 480 (em Lisboa) ou 220 135 406 (no Porto)

Quais são os principais conceitos da Fisiologia do Exercício?

Para compreender na perfeição estas e outras mudanças, é necessário aprender alguns conceitos associados à Fisiologia do Exercício Físico. Eis alguns exemplos:

• O consumo máximo de oxigénio: trata-se da taxa máxima que o organismo tem para captar e utilizar oxigénio.

• A frequência cardíaca de repouso: número de batimentos cardíacos durante um minuto numa situação de repouso.

• A frequência cardíaca máxima: é a maior frequência cardíaca. É atingida quando se percebe que não há um aumento no número de batimentos, mesmo com o reforço do exercício físico.

• O limiar anaeróbio: intensidade de exercício em que o nível de lactato sanguíneo começa a acumular-se a uma velocidade mais elevada. A partir deste ponto a velocidade de produção de lactato é superior à velocidade de remoção.

Quer conhecer melhor estes e outros conceitos da Fisiologia do Exercício Físico? Inscreva-se no nosso curso de desporto em Lisboa ou no Porto que conta com horários flexíveis e preços acessíveis. Caso tenha qualquer dúvida, envie as suas questões para o endereço ibs.formacao@hotmail.com

Instituto Borges de Sousa - Lisboa
Av: António Augusto de Aguiar, nº9 -4º Lisboa, Phone: 216 092 085
Instituto Borges de Sousa - Porto
R. Alexandre Herculano 351, 2º Porto, Phone: 220 135 406